Bem-vindo à Clínica Villela Pedras
Central de Agendamento: 
(21) 3511-8181 |  (21) 2529-2269

Notícias

O Globo: Máscaras: de heroínas a vilãs?

27/abr/2022

Muitos já deram adeus às máscaras, apesar dos avisos de especialistas de que a Covid-19 ainda não acabou. No estado do Rio, já foram encontrados casos de subvariante originária da Ômicron. E, lá fora, na China, Itália, Reino Unido e França, as taxas de transmissão da doença voltaram a subir.

Por isso, com a retomada das atividades presenciais, da volta dos shows e às vésperas do carnaval, médicos recomendam às pessoas a usar máscaras em locais de grande aglomeração e em espaços fechados. Mesmo não sendo mais obrigatórias, elas protegem não só contra o coronavírus, lembram.

— Não tivemos ainda um período aceitável de valores baixos de casos graves por causa da Covid. Do ponto de vista de saúde pública, me parece que ainda não é o momento de liberar completamente o uso de máscaras. Corremos o risco de dar muitos passos para trás e voltar com a subida de casos — adverte Marcelo Gomes, coordenador do InfoGripe e pesquisador da Fiocruz.

Para Fabrício Braga, especialista em medicina esportiva, o uso de máscaras para proteção de doenças virais é importante até mesmo nas academias.

– A máscara não prejudica o exercício de forma alguma. Para quem quer fazer exercícios aeróbicos, a melhor máscara é a de tecido com filtro TNT, porque é mais hidrofóbico e fica menos molhado.

Segundo Marcos Villela Pedras, especializado em medicina nuclear, o ideal é nas academias fugir dos horários de pico e fazer exercícios individuais. Quem não pode bobear, para a sua própria proteção, são idosos e pessoas com comorbidades.

— Não é só a Covid, existem outras infecções virais bacterianas — diz a cardiologista Isa Bragança.

Na quarta-feira, o Ministério da Saúde confirmou a recomendação para os estados e municípios aplicarem a quarta dose de vacina contra a Covid em idosos a partir de 80 anos — mais um sinal de que ainda é necessário manter os cuidados sanitários no país. A quantidade de mortes de idosos a partir de 60 anos por Covid-19 disparou mais de seis vezes de dezembro a fevereiro, como revelou reportagem do GLOBO na quinta-feira.

 

https://oglobo.globo.com/rio/bairros/mascaras-de-heroinas-vilas-2-25447273

Tire dúvidas / Agende agora