Bem-vindo à Clínica Villela Pedras
Central de Agendamento: 
(21) 3511-8181 |  (21) 2529-2269

Notícias

Cintilografia óssea: Qual a relação do câncer de mama com os ossos?

05/out/2017

Por vezes, as células cancerosas rompem o tumor original e viajam pelo corpo, e migram para outras partes do corpo, incluindo os ossos. Isso pode acontecer através do sistema linfático ou sanguíneo. O nome dessa migração é metástase.

O osso é o local mais comum de câncer de mama secundário (metástase óssea). Os ossos mais afetados são a coluna vertebral, costelas, crânio, pelve, perna e braço. Quem tem câncer de mama secundário no osso pode ter diferentes sintomas ou nenhum. Muitas pessoas se sentem muito bem e os sintomas podem ser controlados, por isso a importância de fazer os exames como a cintilografia óssea para investigação e estadiamento. Se você é diagnosticado com câncer, as metástases ósseas podem, às vezes ser encontradas antes de causar quaisquer sintomas. Seu médico poderá solicitar exames como cintilografia óssea. A cintilografia óssea mostra a presença (ou não) de metástases ósseas. Neste exame é visualizada a totalidade do esqueleto, e às vezes pode mostrar pontos de metástase óssea que ainda não estão provocando qualquer sintoma.

Saiba mais sobre a cintilografia óssea:

  • O radiofármaco é injetado na veia do paciente. As imagens tardias de corpo inteiro são realizadas entre 2 e 7 horas após a injeção venosa. As imagens duram aproximadamente 25 minutos.
  • Cintilografia óssea trifásica: Este exame é composto de 3 fases.
  • Fase de fluxo sanguíneo: O radiofármaco é injetado na veia do paciente com o mesmo já posicionado na câmara de cintilação. Estas imagens duram aproximadamente 2 minutos.
  • Fase de equilíbrio: O paciente continua posicionado na câmara de cintilação e são feitas imagens por mais 10 minutos.
  • Fase tardia: São imagens de corpo inteiro, realizadas entre 2 e 4 horas após a injeção venosa, podendo, em casos selecionados, ser necessária a aquisição de imagens mais tardias. Não é necessária a permanência do paciente na clínica durante o intervalo entre a fase de equilíbrio e a fase tardia. As imagens desta última fase duram aproximadamente 25 minutos.